BENDITOS AO ENTRADES E ABENÇOADOS AO SAIRDES

Orkut

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

A ARANHA E A FÉ.

Uma vez um homem estava sendo perseguido por vários malfeitores que queriam mata-lo.O homem, correndo, entrou em um atalho que saia da estrada e entrava pelo meio do mato e, no desespero, orou a Deus da seguinte maneira:

_ Deus todo Poderoso, fazei com que dois anjos venham do céu e tapem a entrada da trilha para que os bandidos não me matem!

Nesse momento escutou que os homens se aproximavam da trilha onde ele se escondia e viu que na entrada da trilha apareceu um minúscula aranha.

A aranha começou a tecer uma teia na entrada da trilha.

_ Senhor, eu vos pedi anjos, não uma aranha. Senhor, por favor, com tua mão poderosa coloca um muro forte na entrada desta trilha, para que os homens não possam entrar e me matar...

Então ele abriu os olhos esperando ver um muro tapando e viu apenas a aranha tecendo a teia.

Os malfeitores estavam entrando na trilha, na qual ele se encontrava, e ele estava esperando somente a morte.

Quando passaram em frente a trilha o homem escutou:

_ Vamos, entremos nesta trilha.

_ Não, não está vendo que tem até teia de aranha?Nada entrou por aqui.Continuemos procurando nas próximas trilhas.

***A Fé é crer que o impossível pode acontecer.***

Ás vezes pedimos muros para estarmos seguros, mas Deus pede para que tenhamos fé nEle para deixar que sua Glória se manifeste e faça algo como uma teia, que nos dá a mesma proteção de uma muralha.

**...Não temas crê somente.**(Marcos 5:36)

Sempre que se sentir desesperançado, desesperado e temeroso, procure olhar seu problema do ponto de vista de Jesus, e verás que seu problema mesmo não sendo simples, e a resposta não tão fácil, mas para Deus nada é difícil. Entregue tudo em suas mãos e descanse pois, Deus lhe dará a resposta.
**E Jesus disse-lhe: Se tu podes crer, tudo é possível ao que crê.**(Marcos 9:23)

A resposta pode não ser automática, ou não ser aquilo que queremos, mas é no momento certo e tudo o que precisamos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário